e-mail  

e-mail


 

 

 

sexta-feira, março 12, 2004

 

Melhores bares - Gato Preto




Inaugurando a série de textos sobre Os Melhores Bares de Curitiba, tenho o prazer de apresentar a vocês...

Restaurante Dançante Pantera Negra (vulgo Gato Preto)


O Pantera Negra é um espaço lendário da noite curitibana. Comandado pelo Sr. Natal há mais de dez anos, assumiu essa nova identidade logo que trocou de dono, deixando para trás a alcunha de Gato Preto, nome pelo qual até hoje é lembrado e reverenciado pelos fãs. Aberto todas as noites, das 18 às 08hs, é destino certo tanto entre os que pretendem embalar, quanto aqueles que já embalados procuram um lugar para encerrar os trabalhos da noite.

Ambiente




Trata-se de um restaurante dançante, portanto, as mesas são dispostas como em qualquer restaurante convencional. Os melhores lugares estão próximos à pista de dança. A Iluminação psicodélica e os poucos ventiladores proporcionam toda sorte de sensações estranhas, potencializadas ao passo que a ingestão de álcool vai aumentando. O ambiente escuro favorece o flerte, mas prejudica a degustação das comidas.

Atendimento




Capitaneados pelo gerente Vanderlei, os garçons da casa são rápidos e certeiros. Cada setor possui um garçom responsável. Prefira o setor do garçom Edson, o melhor do local. Atendimento personalizado e de total confiança.

Comida




sol no dia seguinte. O ponto forte da casa é a costela, o prato predileto de 9 em cada 10 fregueses. São servidos outros tipos de carne, como picanha, mignon e o providencial churrasco completo, um alcatra acompanhado de salada, arroz e batata-frita. Constam ainda no cardápio pizzas e uma grande variedade de aperitivos. Os preços praticados são normais, sem abusos. Um preço justo de acordo com o tamanho da porção. Provamos uma picanha no palito. Era picanha e era no palito, 16 reais o prato. Os pedidos também estão disponíveis para entrega.

Bebida




Os mais variados drinks, sucos, vinhos e refrigerantes em geral, são servidos a preços acessíveis no Pantera Negra. A cerveja, Kaiser, lamentavelmente, custa 3 reais, preço razoável. Sempre gelada, pode vir no baldinho com gelo ou a parte.

Música




Todo dia uma dupla diferente anima a pista de dança do Pantera Negra. O repertório é basicamente composto por música gauchesca, vaneirão e pitadas de outros ritmos populares. As duplas são compostas geralmente por teclado e guitarra, havendo um revezamento no comando da voz. Se você estiver com sorte, pode se deparar com um bêbado qualquer assumindo os vocais. Na noite de nossa visita, a pista era comandada pelos músicos Alex, Matheus e um bêbado qualquer. O volume é adequado, não havendo prejuízo para o bate-papo descontraído.

Paquera




A maioria das moças que freqüenta o local é formada por garotas de programa. Eu disse a maioria, não disse todas. Portanto, o flerte deve ser cuidadoso e preciso. O primeiro passo é o mais simples e rápido. Uma ligeira troca de olhares e você estará acompanhado. A partir desse momento duas possibilidades se descortinam no jogo da sedução. Na primeira, você segue o fluxo normalmente e quando interpelado por motivos de ordem financeira diz, ingenuamente, que não sabia que tinha que pagar. Obviamente, o affair se dá por encerrado. Na segunda, mais tranqüila, você cozinha em banho-maria até sentir que é a hora adequada pra sacar a carteira. Ainda há uma terceira possibilidade, remotíssima, da garota desejada não ser da noite. Caso isso aconteça, prepare a aliança que o destino não apronta duas vezes.

Quanto ao perfil dos homens, o Pantera Negra é um gigantesco mostruário masculino. De empacotadores a deputados, office-boys a vereadores, pedreiros, advogados, empresários e fanfarrões em geral.

Sanitários


No sanitário masculino há o tradicional mictório coletivo. Cabines individuais dotadas de privadas em razoável estado de conservação e limpeza. Resumindo, em situações de pânico dá pra cagar. Devido a pouca ventilação do local, ir ao banheiro pode ser uma alternativa para quem procura uma fuga da realidade e não levou dinheiro para o consumo de álcool ou substâncias estupefacientes. Não visitamos o sanitário feminino, mais concorrido que o masculino pelo fato de servir não só como área de alívio, mas também como camarim.

Estacionamento


O local dispõe de serviço de bem-cuidado. Se a segurança não é garantida, o preço é em conta. Um real, no máximo.

Pantera Negra (antigo Gato Preto) - Ermelino de Leão, 257, Centro, fone 225-5717